Júri condena a 20 anos de prisão homem que matou ex-companheira a facadas em 2011

Júri condena a 20 anos de prisão homem que matou ex-companheira a facadas em 2011

José de Sousa foi julgado na Comarca de Santarém nesta quarta-feira (13). O réu recebeu voz de prisão por outro crime cometido em 1997.


José Pereira de Sousa, de 43 anos, é acusado de crime cometido em 2011 — Foto: Divulgação

O Tribunal do Júri condenou a 20 anos de prisão, em regime fechado, José de Sousa, acusado de feminicídio cometido em 2011, no bairro Urumari. A sessão ocorreu nesta quinta-feira (13) na Comarca do Fórum de Santarém, no oeste do Pará.

Durante o júri, foi citado outro crime que o réu cometeu em 1997. O processo estava suspenso, mas foi encontrado e por isso José recebeu voz de prisão para também responder este processo.

O feminicídio

O caso aconteceu no dia 24 de fevereiro de 2011, no bairro Urumari. José de Sousa, de 43 anos, foi acusado de assassinar a facadas a ex-companheira Cristina França Gomes, na época com 22 anos. A jovem morreu após ser atingida por pelo menos três golpes de faca.
Depois de cometer o crime, José fugiu para o estado do Amazonas e só foi preso seis meses após o ocorrido trabalhando como motorista de uma empresa de ônibus em Manaus. Ele responde a outro processo na capital amazonense, um homicídio cometido em 2009.

Segundo o Ministério Público, o casal havia se separado e José tentava uma reconciliação, mas queria que Cristina o acompanhasse para morar com ele em Manaus. Ela recusou a proposta, eles discutiram e José a atingiu a golpes de faca.

Fonte G1 Santarém Pará 

Postar um comentário

0 Comentários