Jovem denuncia que apanhou e foi expulso da Expoagro por seguranças

Jovem conta que, após apanhar de quatro seguranças, foi forçado a pular o muro da feira antes mesmo de marcar o bingo de sua cartela. 

Josué de Abrel Batista, de 18 anos.

A família de Josué de Abrel Batista, de 18 anos, procurou nossa equipe para relatar a situação que o jovem passou na noite do último domingo (4), durante o encerramento da Expoagro 2018, onde o mesmo teria sido vítima de agressões e ainda foi expulso da feira, mesmo tendo a cartela, sendo forçado a pular o muro do parque de exposições.

Josué contou detalhes no vídeo VEJA.

Segundo ele, tudo começou por volta das 22h, quando estava sentado atrás do palco principal do evento esperando começar o bingo. O jovem conta que estava sob efeito de bebida alcoólica, porém, lembra perfeitamente que quatro seguranças chegaram perguntando o que ele estava fazendo.

“Eu disse que estava descansando e esperando o momento de marcar o bingo, eles pediram pra mim levantar e ir embora, eu disse que não ia, por que tinha que marcar a cartela, e aí um deles começou a me enforcar. Eu ainda pedi que me tirasse pelo portão da frente, mas me forçaram a pular o muro.” Afirmou Josué

O jovem contou ainda que conseguiu escapar e correr por alguns minutos, mas foi capturado novamente e humilhado na frente de outras pessoas. Outro relato do jovem foi de que por pouco não fraturou o braço quando foi forçado a pular o muro do parque para fora. Ele foi embora da feira sem sequer ter direito a marcar a cartela.

Josué trabalha no interior da cidade com o pai em uma fazenda, juntou dinheiro por semanas pra vim para a cidade e comprar a cartela com a esperança de ganhar um dos prêmios, além de participar do evento, como faz todos os anos.

O jovem afirma que não possui passagens pela polícia, nunca se envolveu em nada errado e não entende o por quê foi tão humilhado daquela forma.

O outro lado

A reportagem conversou com o proprietário da empresa que fez a segurança da feira este ano. Ele disse que tomou conhecimento do caso ainda na noite de domingo (5), reprovou completamente a atitude dos agente e, segundo ele, advertiu os envolvidos para que isto não volte a acontecer.

A empresa se colocou à disposição da família da vítima e ofereceu ajuda financeira para reparar danos à saúde do jovem.

Questionado sobre as alegações dos agentes pelo tratamento dado ao Jovem, o representante da empresa disse que foi informado que os mesmos foram xingados pela vítima.

Fonte: Portal Giro

Postar um comentário

0 Comentários