Agressor do prefeito de Itaituba diz que agiu em legítima defesa após levar tapa na cara

Deone Silva disse em entrevista que Valmir lhe agrediu primeiro, com um tapa na cara e outro na costela.


Deone Silva Nascimento, de 35 anos, acusado de agressão ao prefeito Valmir Climaco.

No final da tarde desta quinta-feira (1), o agressor do prefeito de Itaituba Valmir Climaco concedeu entrevista coletiva à imprensa dentro da sala do delegado de plantão na 19ª seccional, ele contou detalhes do ocorrido.

De acordo com Deone Silva Oliveira, de 35 anos, tudo começou quando ele estava tentando despejar entulho de construção no local onde faz isso com frequência há mais de cinco meses, nas proximidades da fazenda do prefeito, na altura do km 7 da rodovia.

“O Valmir chegou em um carro branco e perguntou por que eu não jogava o entulho lá atrás, e eu disse que não tinha como o caminhão chegar até lá devido a quantidade de entulho que já tem no local.” Disse Deone

Carro que era utilizado pelo prefeito.

Ele segue dizendo que após negar o pedido de Valmir ouvido do mesmo que o caminhão seria apreendido, que também pediu a chave do veículo.

“Quando ele pediu a chave eu disse que não ia dar, por que era o meu trabalho, mas eu prometi pra ele que o caminhão não iria sair dalí.”

Em seguida, Deone afirma que Valmir ligou para o seu patrão, enquanto isso ele desligou o caminhão e ficou próximo.
“Ele tava muito alterado e arrogante todo tempo. Ele me expulsou da área e eu comecei a sair, sem resistência. Aí ele pegou pelo colarinho da minha camisa e me puxou , e eu mesmo assim continuei andando pro rumo da BR. Foi aí que ele me deu um tapa na “Pá” [costela], aí quando eu virei tomei outro no rosto.”

Deone explicou aos repórteres que fez isso não para mostrar que era mais homem que ele, mas sim para evitar apanhar ainda mais.

“Se eu não fizesse eu ia apanhar demais na mão dele, eu não sei o que ele tinha, tava transtornado alí.”

Após explicar os motivos da agressão, Deone confirmou que utilizou um pedaço de madeira e que atingiu Valmir com duas pauladas e em seguida correu para dentro do mato. Na entrevista ele também falou sobre suas origens na cidade.

“Nasci e me criei em Itaituba, não tenho passagem pela polícia, tenho meus pais, minha mãe, tô construindo minha casa. É a palavra dele contra a minha, eu sou um simples trabalhador que há mais de 20 anos trabalha de motorista. Nunca passei por isso.” Finalizou Deone

Deone se apresentou espontaneamente na Delegacia de Polícia de Itaituba e foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio.
Caminhão da empresa.

Amigos saem em defesa de Deone

Após a confirmação da identidade do agressor, vários amigos saíram em sua defesa, muitos se mostrando surpresos. Para todos o acusado é considerado uma pessoa do bem, trabalhador e que nunca se meteu em confusão, ele também frequenta uma igreja católica.

Estado de saúde atual de Valmir

Valmir foi encaminhado para a cidade de Santarém ainda no dia de hoje. De acordo com pessoas próximas ao prefeito, o neurocirurgião descartou a necessidade de tratamento cirúrgico na cabeça, a lesão teria afetado apenas o couro cabeludo e o osso do crânio. Ele ficará em observação e deve ser reavaliado dentro de 24 horas.

A fratura do ante-braço direito foi confirmada pela médica ortopedista, foi feita a imobilização e irá passar por procedimentos cirúrgicos. Ele está consciente, orientado e consegue conversar normalmente.

Fonte: Portal Giro

Postar um comentário

2 Comentários

  1. por foi errado,mas tambem nao e certo um homem bate na cara de outro....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vdd ele se acha pq é prefeito se acha no direito de humilhar os outro

      Excluir