Prova do concurso da Adepará será realizada neste domingo

Um pouco mais de 2,5 mil candidatos realizam, no próximo domingo (21), as provas do concurso público C-174, destinado ao provimento de cargos de níveis médio e superior na Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará). 


O concurso é organizado pela Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP) e oferta 50 vagas. As provas ocorrem nos municípios de Belém, Altamira, Itaituba, Marabá e Santarém, durante manhã e tarde sendo para nível médio no período da manhã e para nível superior no período da tarde. Pela manhã os portões abrem 7h e fecham 8h com início das provas às 8h15. A tarde os portões estarão abertos a partir de 13h15 até 14h15 com início das provas 14h30. Ambas terão duração de 4 horas.

Os candidatos devem atentar para o horário de abertura e fechamento dos portões bem como para as orientações previstas no edital do concurso sobre a apresentação do cartão de inscrição, documento de identificação oficial com foto, caneta esferográfica com cano transparente e a proibição de uso de aparelhos eletrônicos.
Etapas - O certame terá provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. 

Os candidatos às vagas de nível superior passarão também por prova de títulos. Os aprovados deverão apresentar certificado de conclusão de curso do ensino médio, com curso profissionalizante de técnico agrícola ou de técnico em agropecuária, expedido por instituição de ensino devidamente reconhecida por órgão competente. A remuneração inicial é de R$ 1.489,86 com carga horária de 40h/s quarenta horas por semana para nível médio e  R$ 3.486,71 para nível superior.

Cargos ofertados - Dos cargos de nível superior, o de fiscal estadual agropecuário - formação em medicina veterinária - oferece o maior número de vagas, 10 no total para ampla concorrência, distribuídas entre as unidades regionais de Altamira (1), Breves (1), Itaituba (1), Redenção (1), São Geraldo do Araguaia (2), Santarém (1), Tucumã (1), Tucuruí (1) e Xinguara (1). Os candidatos deverão ter diploma do curso de graduação de nível superior em medicina veterinária, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), além de registro no órgão de classe.
Já o cargo de fiscal estadual agropecuário – formação em agronomia - tem três vagas para ampla concorrência, para as unidades regionais de Altamira (1), Santarém (1) e Tucumã (1). Será exigido diploma do curso de graduação de nível superior em agronomia, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC e registro no órgão de classe. A remuneração para os dos dois cargos será de R$ 3.486,71 com carga horária de 40h/s (quarenta horas por semana).

O cargo de agente fiscal agropecuário apresenta 37 vagas no total; 34 para ampla concorrência e três vagas reservadas às pessoas com deficiência (PCD) para as unidades regionais de Almeirim (3 vagas para concorrência), Breves (5 vagas para ampla concorrência e uma PCD), Itaituba (2 vagas para ampla concorrência), Novo Progresso (1 vaga para ampla concorrência), Oriximiná (4 vagas para ampla concorrência e 1 PCD), Paragominas (1 vaga para ampla concorrência), Rondon do Pará (2 vagas para ampla concorrência), Santarém (1 vaga para ampla concorrência), São Geraldo do Araguaia (2 vagas para ampla concorrência), Tucumã (8 vagas para ampla concorrência e 1 PCD), Tucuruí (1 vaga para ampla concorrência), Xinguara (4 vagas para ampla concorrência).

Fonte: http://plantao24horasnews.com.br em parceria com Governo do Estado.

Postar um comentário

0 Comentários