[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

JUSTIÇA APREENDE MATERIAL DE PROPAGANDA ELEITORAL IRREGULAR NA ZONA RURAL DE JURUTI

Em uma residência de Juruti Velho, oficiais de justiça encontraram santinhos e outros materiais em que com o nome de Lula para presidente.


Pela segunda vez na mesma semana, a Justiça Eleitoral de Juruti, no oeste do Pará, apreendeu material de propaganda irregular de candidatos a deputado e senador, com indicação do ex-presidente Lula para o cargo de presidente da República. O mandado de busca e apreensão foi assinado pelo juiz eleitoral Vilmar Macedo.


Desta vez, o material foi encontrado em uma residência localizada na Rua Alexandre de Souza, bairro Centro, em Juruti Velho, zona rural de Juruti. O imóvel pertence à senhora Ilcilene de Sousa Tavares. No local, também estava o senhor Gleidson Coelho de Souza, que informou aos agentes de fiscalização da Justiça Eleitoral, que era o responsável por todo o material de campanha lá encontrado.

Na residência foram apreendidos os seguintes objetos em caixas: placa em PVC retangular com adesivos com propaganda Lula 13 – Presidente (1 unidade); adesivos circulares com Lula 13 – Presidente (51 unidades); santinhos com propaganda Lula 13 – Presidente (1.800 unidades).

No local, foram intimados pelos oficiais de justiça, a proprietária do imóvel e o responsável pelo material de propaganda irregular. Para o cumprimento do mandado de busca e apreensão, os oficiais de justiça tiveram o apoio da Polícia Militar.

Segundo o juiz Vilmar Macedo, as fiscalizações continuam em vários cantos da cidade e serão reforçadas no domingo (7), para coibir a compra de votos.

Fonte: G1 Pará.
Fotos: Justiça Eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search