[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

Polícia Civil cumpre mandado de prisão de acusado de estuprar menina de 11 anos em Belém. 

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (DEACA) do polo Propaz Integrado do Centro de Perícias "Renato Chaves" prenderam, nesta quinta (23), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Alan Cavalcante Matos, 38 anos. A prisão foi realizada no bairro da Pratinha II, em Belém. Ele responde a processo criminal acusado de estuprar uma criança de 11 anos, desde quando a vítima tinha 7 de idade. A prisão foi cumprida durante a manhã em decorrência de inquérito policial. A prisão foi deferida pelo juiz Heyder Ferreira, da 1ª Vara de Inquéritos Policiais e Medidas Cautelares do TJ do Pará.


As investigações mostraram que Alan Matos vinha cometendo os abusos desde o ano de 2014. Na época, para despistar a mãe da menina e para não ser delatado pela menor, ele teria obrigado a vítima a confirmar um fato fantasioso. 

No caso, ela contou à mãe que um homem teria pulado o muro da casa em que moravam e a estuprado.
O fato foi comunicado à Polícia Civil na época que passou a apurar o crime. Durante o inquérito, Alan Matos foi ouvido em depoimento e negou ter cometido o crime, reafirmando a mesma história contada pela criança. "A vítima chegou a passar por procedimento cirúrgico e correu risco de morte", detalhou a delegada Silva Mara Tavares, da DEACA/CPC Renato Chaves.

Com amparo da equipe social especializada do Propaz Integrado, que fez a escuta da menina, ela acabou por confirmar que o acusado foi o autor do crime e que ele a havia mandado contar a falsa história à família. Diante das provas, foi requerida à Justiça a custódia preventiva do acusado. Na condição de preso de Justiça, ele novamente negou ter estuprado a menina. 

A prisão foi realizada pelos policiais civis Dias e Marilce, sob comando da delegada Silvia Mara Tavares.

Fonte: ASCOM/PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search