[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

Suspensa a greve dos professores do Pará

Foi aprovada suspensão da greve dos professores estaduais do Pará nesta quarta-feira (13), em assembleia da categoria. A decisão ocorreu após rodada de negociação com o Governo do Estado que ocorreu ontem, 12, no auditório da Secretaria de Estado de Administração (Sead) com a presença da secretária Alice Viana e da secretária de Educação, Ana Hage.


Alice Viana informou que o Governo do Estado aguarda a posição da PGE quanto a Ação Judicial que discute o pagamento do Piso Salarial da categoria. “A discussão está judicializada, o Estado entende que já paga o piso que hoje está fixado em R$ 2.455,35, mas no estado o salário inicial chega a R$ 3.772,69. A remuneração média de um professor com 200 horas é de R$ 4.834,94 – quase o dobro do piso nacional”, explicou.

Foi discutida também a implementação de 1/3 da jornada de hora atividade. Foi acertado que será retomada a comissão para a realização dos estudos que visam à construção de uma proposta observando as alterações previstas para a matriz curricular nacional, que interfere na lotação dos professores e estabelecido que até final de novembro uma conclusão do estudo será apresentada. 

Na reunião também ficou acordado que o até 30 de novembro serão concluídos os estudos do Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR) Unificado para discussão com o Sindicato. Outro ponto discutido foi a progressão vertical e horizontal, “Finalizaremos os estudos até agosto de 2018 e a partir de setembro implementaremos o pagamento, sem retroatividade”, confirmou a titular da Sead.

Sobre as obras e reformas das escolas foi ratificado pela secretária da Seduc que o cronograma das obras será atualizado no prazo de 15 dias. “Foi realizada uma reunião em 7 de junho e o cronograma será atualizado a partir dessa data”, disse Ana Hage.

Ficou acordado ainda que não haverá desconto dos dias parados dos servidores em greve mediante a reposição das aulas com um calendário a ser elaborado entre a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp).

Fonte: http://plantao24horasnews.com.br em parceria com Luciana Benicio/Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search