[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

Em Trairão-PA: Covas com cruzes são feita em terra de casal como forma de ameaça.

“A expectativa é de chegar alguém aqui e fazer o pior”, diz a mulher.


Duas covas foram cavadas no quintal da casa, no que foi entendido como mais uma ameaça de morte contra o casal

Em publicação feita na madrugada desta terça-feira (5), o repórter Daniel Camargo mostrou a realidade assombrosa das pessoas que são juradas de morte por garimpeiros e madeireiros que exploram ilegalmente as terras.

Uma das histórias contadas foi a do casal Osvalinda e Daniel Pereira. Eles vivem no projeto de assentamento areais, em Trairão, no Oeste do Pará. Eles estão jurados de morte, “A expectativa é de chegar alguém aqui e fazer o pior”, diz a mulher

Há cerca de duas semanas, foram cavadas duas covas e fincadas duas cruzes no quintal deles, na última ameaça feita pelos madeireiros que exploram ilegalmente o local onde o casal vive.

Os assentados Osvalinda e Daniel Pereira cultivam a roça dentro do assentamento; lote do casal é um dos mais preservados do local

Osvalinda e Daniel não são coniventes com o crime ambiental dos madeireiros, pelo contrário, ela preside a associação de mulheres e desenvolve atividades que buscam diversificar as formas de renda das 300 famílias do Profeto de Assentamento areais, criado em 1998.

Segundo a reportagem, os criminosos usam as estradas do assentamento como rota para o contrabando de madeira. Motocicletas com homens armados e encapuzados rodeiam a casa do casal que são vítimas de ameaças há seis anos.

Fonte: UOL Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search