VEREADOR JÚNIOR PIRES DEFENDE A NÃO OBRIGATORIEDADE DA PERMANÊNCIA EM REGIME INTEGRAL DOS FARMACÊUTICOS NAS FARMÁCIAS E DROGARIAS DE PEQUENO PORTE EM ITAITUBA.


Lei 13.021 de agosto de 2014 dispõem sobre o exercício e a fiscalização da atividade farmacêutica em todo País.  A lei que também transforma a Farmácia em Estabelecimento de Saúde, reitera a obrigatoriedade da presença permanente do farmacêutico nas farmácias.  


A lei 13.021 vem sendo questionada pelos seguimentos da área farmacêutica, principalmente aqueles de menor porte que alegam não ter condições de contratar esse profissional. 

Na câmara de vereadores de Itaituba o assunto foi levado a tribuna pelo vereador Junior Pires do PSC, que defende os empresários do seguimento farmacêutico do município, de acordo com vereador ele defende a permanência do profissional farmacêutico nos estabelecimentos que permaneça como já estava anteriormente de apenas 6 horas. As pequenas empresas no momento ainda não tem como contratar os farmacêuticos por 8 horas no regime integral, se isso vim a ocorrer, possivelmente muitos empreendedores de pequeno porte do setor fechariam as portas.


Ver Júnior Pires

O parlamentar de Itaituba também já encaminhou expediente para o conselho regional de farmácia e para o senado federal, pedindo que seja revisto a situação das cidade pequenas onde a realidade é diferente dos grandes centros.


Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações do repórter Marinaldo Silva.

Postar um comentário

0 Comentários