POLÍCIA CIVIL E MILITAR REALIZAM PATRULHÃO PREVENTIVO NA CIDADE DE RURÓPOLIS

As Polícias Civil e Militar deflagraram, no último sábado, (31) a operação denominada “START” para fiscalizar bares, casas noturnas, dançarás, hospedarias e hotéis com intuito de combater a prostituição infantil e a presença de adolescentes desacompanhados dos pais e em situação de risco, em Rurópolis, sudoeste paraense. 



Alguns estabelecimentos foram fechados por falta de alvarás de funcionamento. Os proprietários foram notificados e somente poderão voltar a funcionar após os responsáveis apresentarem os documentos regularizados.

A ação policial foi realizada na zona urbana da cidade, onde, previamente, alguns bairros foram mapeados, em razão dos índices de criminalidade denunciados, também, a diligência se estendeu até alguns pontos da zona rural do município como travessões e vicinais, situados ao longo da rodovia BR 163 e BR 230, a Transamazônica, sob coordenação do delegado Ariosnaldo Vital Filho e do Capitão Jorge Neves de Campos. A operação contou com atuação de policiais militares da 17ª CIPM, sob o comando do Sub-Tenente Gilson Vidal e GTO, sob comando do 2º Sargento PM Raimundo Altamiro, bem como, com atuação efetiva dos novos policiais civis lotados no município de Rurópolis, EPC Tiago Silvério e pelos investigadores Jefferson Rocha e Christian Magalhães. 

A operação se constitui de vistoria dos estabelecimentos pelos policiais civis que recolheram alvarás de funcionamento com datas vencidas além de prevenir crimes na cidade como porte ilegal de arma, tráfico de entorpecentes, corrupção de menores, poluição sonora, roubos e furtos.

A operação policial foi considerada satisfatória e alcançou o seu objetivo, pois com atuação preventiva, até a manhã de hoje, não houve nenhum registro de fatos relevantes envolvendo crimes contra a pessoa ou ao patrimônio alheio.                    

Em nota:
O delegado, Dr., Ariosnaldo da Silva Vital Filho falou que as operações integradas realizadas pelas polícias do município serão intensificadas a fim de coibir os crimes no município, em especial, os crimes de furto e roubo (contra o patrimônio), delitos de trânsito, porte e posse dar arma de fogo, consumo e tráfico de drogas além do outros. O quadro de policiais civis no município também foi aumentando contando com mais quatro policiais civis oriundos do último concurso da Polícia Civil realizado pelo Governo do Estado do Pará, sendo que a sua maioria já se encontra no município no exercício de suas atribuições, sob a Supervisão da Superintendência de Polícia Civil do Tapajós, sob comando do delegado Vicente Gomes.

Fonte  : Grupo Elias Junior Notícias 

Postar um comentário

0 Comentários