[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

POLÍCIA CIVIL E MILITAR DE RURÓPOLIS REALIZAM A PRIMEIRA INCINERAÇÃO DE ENTORPECENTES DO ANO DE 2018


A Polícia Civil, sob o comando do delegado Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, realizou no final da tarde desta quinta-feira, 08/03/2018, por volta das 18hs, juntamente com sua equipe policial escrivão Ronivaldo Colares e Investigador Antonio Lira e servidores da Secretaria de Saúde do Município, a incineração de 236 gramas de “CANNABIS SATIVA”, ou seja, MACONHA, em um alto forno da Cerâmica Caiuá, localizada na Rodovia Transamazônica, s/nº, Bairro Aeroporto, por dispor de fornalha adequada a queima do entorpecente. A droga foi apreendida pela Polícia Militar da 17ª CIPM durante as operações policiais integradas nos primeiros meses de 2018.

Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, a droga foi apreendida por policiais militares durante abordagens de rotinas, sendo que o material entorpecente foi encontrado numa motocicleta, que estaria na posse de dois indivíduos desconhecidos que se encontravam numa atitude suspeita na noite de 27/01/2018, por volta das 21hs, no bairro do Arroz, os quais ao notarem a chegada da viatura policial, evadiram-se do local abandonando o veículo e todo o material ora incinerado.
Durante o transcurso do prazo do inquérito policial, todo o material apreendido foi submetido a apreciação do Centro de Perícias Científico Renato Chaves de Santarém para Exame Pericial de Constatação e confecção de laudo definitivo, e após autorização do poder Judiciário da Comarca de Rurópolis, todo entorpecente apreendido foi destruído.
A polícia Civil informa ainda que engana-se pensar que tal quantidade apreendida e destruída é irrisória, o que não é verdade, pois se este material fosse traficado e não destruído, certamente o traficante teria auferido um valor de aproximadamente de R$ 3.000,00 mil reais, e quiçá, até mais vendendo para consumidores, além do prejuízo social.
Ainda segundo informações da polícia, para o ato de incineração, foram observadas rigorosamente as normas previstas na Lei nº 11.343/2006 e suas alterações, inclusive, quanto à vistoria do local antes e depois de efetivada a destruição das drogas, sendo lavrado Auto Circunstanciado pelo delegado de polícia junto ao escrivão de seu cargo, certificando-se neste a destruição total delas na presença de testemunhas.
É a primeira incineração do ano de 2018 realizado na cidade de Rurópolis e contou com a participação efetiva de representantes da Vigilância Sanitária local, policiais civis, policiais militares, agentes administrativos da UIP de Rurópolis, além da presença de funcionários da cerâmica e de populares.
“Parabenizo e agradeço toda equipe da polícia civil, policiais militares da 17ª CIPM, representantes da Secretaria de Saúde e populares que se fizeram presente no ato, estes cada vez mais participativos nos trabalhos de segurança pública em prol da sociedade”. Finalizou o delegado.
Em nota:
O delegado de Polícia Civil também informou que somente no início do ano de 2018 já foram lavrados dois procedimentos policiais e autuado três pessoas por consumo de entorpecentes. E que atuação preventiva e repressiva da polícia está sendo intensificada em nosso município, inclusive com apoio da população que está engajada no combate as drogas.

Fonte: Grupo Elias Júnior Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search