[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

DIA INTERNACIONAL DA MULHER!!! VOCÊ VAI ACOMPANHAR AGORA COMO ESTÃO AS CONQUISTAS E DESAFIOS DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO E NOS DIVERSOS SEGUIMENTOS DA SOCIEDADE.

Ao longo dos anos foram inúmeros os desafios para romper uma cultura em que a mulher servia exclusivamente para desenvolver atividades domésticas, cuidar dos filhos e do marido ou no máximo empreender atividades de cunho artesanal. As guerras, a consolidação do capitalismo e a incansável luta feminista durante séculos foram fatores determinantes para a sua evolução no mercado de trabalho e na sociedade em geral.



As conquistas são imensas, vão desde a permissão para uso de calças compridas, ao direito não só de votar como de ser eleita para um governo. Aos poucos a classe feminina tem provado sua competência, profissionalismo, habilidade de trabalhar em equipe, criatividade e liderança, conquistando mais espaço e rompendo barreiras do preconceito. 

 A submissão ao homem hoje vem cedendo espaço para executivas, presidentas, governadoras, líderes, jornalistas, engenheiras, mestres e doutoras e até mesmo mecânicas, atividade vista até pouco tempo como “exclusiva para homens”, apesar deste conceito machista ainda estar muito presente.

A busca por capacitação, graduação  e especialização é em número bem maior para elas, muitas vezes como tentativa de diminuir a competitividade com os homens. A atual realidade não deixa de ser uma vitória, porém, há muito ainda a ser alcançado.

A Constituição Federal determina que “todos são iguais perante a lei”, mas a discriminação ainda ultrapassa os limites da Constituição atingindo os diferentes âmbitos sociais, onde ainda perdura idéias arcaicas.  É preciso mais respeito. As pessoas devem ser tratadas de forma igualitária, sem impor fragilidade  independente do sexo. Afinal de contas vivemos em uma democracia.

Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações do repórter Marinaldo Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search