4 PMs morrem e um fica ferido em grave acidente no Pará

Foram quatro policiais militares que morreram após o grave acidente na PA-287, no município de Conceição do Araguaia, sudeste paraense. Uma carreta fora de controle colidiu com uma viatura que transportava os membros da guarnição local.


As vítimas - que seguiam para uma missão em Santana do Araguaia - foram identificadas como: cabo Arlan Campos Lopes da Silva, que prestou serviço durante 12 anos na PM; cabo Luis Antônio Cruz Aguiar, que tinha 7 anos de serviço; soldado Antônio Marcos Carvalho da Silva, que estava há 4 anos na corporação e o sargento Franciso José Gomes de Freitas, que durante 20 anos prestou serviço à sociedade paraense.

Um outro policial que também estava na viatura, identificado como Resylen de Lima Souza, foi resgatado com vida. Ele recebeu os primeiros cuidados médicos e está internado no Hospital Regional de Redenção. A PM não divulgou o estado de saúde da vítima.

MOTORISTA COM SINAIS DE EMBRIAGUEZ.

Motorista foi preso em flagrante
Segundo testemunhas, o acidente teria sido provocado pelo motorista da carreta, que estaria dirigindo alcoolizado. Vídeos de celular feitos por pessoas que estavam no local flagraram a prisão do motorista - que ainda não teve a identidade divulgada - que apresentava sinais evidentes de embriaguez.
Em nota, a Polícia Militar informou que o condutor do caminhão, responsável pela tragédia, foi autuado em flagrante na Delegacia de Conceição do Araguaia. Com sinais de embriaguez, Claudair da Silva Rodrigues, 36 anos, colidiu frontalmente com a viatura da PM.

O condutor do caminhão foi levado para a Delegacia local para lavratura do procedimento de prisão em flagrante por alcoolemia e responderá de forma dolosa pelos quatro homicídios, segundo a PM.
O delegado Antonio Miranda, superintendente da Polícia Civil na região do Araguaia, também afirmou que o motorista do caminhão apresentava andar cambaleante, típico de embriaguez.
Claudair, que é natural de Campo Mourão (PR), ainda será ouvido em depoimento pelo delegado Luís Antônio Ferreira, em Conceição do Araguaia. Ele também será encaminhado para exames de dosagem alcoólica e toxicologia forense e, depois ficará detido à disposição da justiça.

Fonte: (DOL)

Postar um comentário

0 Comentários