[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O SEU SITE DE NOTÍCIAS DE ITAITUBA E REGIÃO!

UMA NOTICIA BOA PARA O CLIENTES DA CELPA, A CONCESSIONÁRIA ALERTA SOBRE O PROGRAMA TARIFA SOCIAL DE ENERGIA ELÉTRICA, QUE CONCEDE DESCONTOS DE ATÉ 65% NA CONTA DE ENERGIA.

CERCA DE 380 MIL FAMÍLIAS PARAENSES PODEM TER DESCONTOS NA CONTA DE LUZ.

A Celpa divulgou um levantamento, feito junto ao Ministério de Desenvolvimento Social, indicando que cerca de 380 mil famílias no Pará, podem ter descontos na conta de energia elétrica. O dado foi obtido a partir da análise da quantidade de cidadãos que possuem o cadastro social e que podem fazer parte do Programa Tarifa Social, que dá descontos de até 65% nas contas de energia.


Também é necessário que a data de última atualização cadastral dos dados sociais junto ao Centro de Referência e Assistência Social seja inferior a dois anos.

De acordo com o estudo, só em Belém e Ananindeua o número de beneficiários fica em torno de 50 mil, no total. Em Santarém e Abaetetuba, há mais de 15 mil famílias aptas ao benefício.  Já cidades como Castanhal e Paragominas esse número chega a cinco mil.   

Caso o cliente já tenha o NIS (Número de Identificação Social), poderá ir até uma agência de atendimento da Celpa ou ligar para a central de tele atendimento da empresa, pelo número 0800 091 0196, para fazer sua inscrição no programa tarifas social.

No ato da inscrição é preciso ter em mãos o Comprovante de residência; RG;CPF; e em casos que há crianças na família é necessário levar Certidão de nascimento dos filhos beneficiados e carteira de vacinação das crianças menores de 5 anos.

Mais informações ligue 0800 091 0196.

Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações do repórter Marinaldo Silva.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search