[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
CONDOMINIO BELEZAS DO TAPAJÓS!
CONDOMINIO BELEZAS DO TAPAJÓS!

Polícias Civil e Militar prendem acusado de violência doméstica contra ex-companheira em Rurópolis

As Polícias Civil e Militar prenderam em flagrante, nesta terça-feira, 23, Eduardo Silva e Silva, de 29 anos, por crime de violência doméstica, por fazer ameaças de morte à ex-companheira Josinete Conceição de Araujo, e por maus tratos a animais. O caso ocorreu na comunidade Tambor, zona rural de Rurópolis, oeste do Pará. Eduardo Silva estava armado e foi atrás da ex-companheira. O acusado acabou matando o animal de estimação que pertencia à mãe da vítima. De acordo com o delegado titular de Rurópolis, Ariosnaldo da Silva Vital Filho, que presidiu o caso, o acusado não aceitava o fim do relacionamento e passou a perseguir a ex-companheira. Eduardo Silva foi até a residência da ex-sogra, armado com uma faca.

Ao chegar ao local, Eduardo Silva não encontrou a ex-companheira e acabou sacrificando o cachorro que pertencia a mãe da vítima. Ao perceber a presença dos policiais, Eduardo Silva tentou fugir do local, mas foi preso por policiais militares e apresentado ao delegado da Polícia Civil, Ariosnaldo da Silva. A faca foi apreendida com o acusado. Em depoimento, Eduardo Silva alegou que usava medicamentos de uso controlado e que estava embriagado no momento do ocorrido. "O acusado relatou que usava remédios devido sofrer de depressão", explicou o delegado.

Eduardo disse que não lembrava do que havia acontecido, porém, confessou ter matado o animal de estimação que pertencia a mãe da vítima. "O acusado respondeu que o animal mostrou reação a sua presença e tentou mordê-lo, foi quando ele matou o cachorro e logo após fugiu", relatou o delegado. A vítima também prestou depoimento ao delegado e afirmou que Eduardo Silva chegou a ameaçá-la de morte. A mulher relatou que conviveu em união estável com o acusado por aproximadamente 10 anos. Ela chegou a ir embora cidade, mas retornou por causa dos filhos.

Segundo a vítima, o acusado não aceitava o fim do relacionamento e chegou a dizer por várias vezes que iria matá-la. "Durante as discussões, a vítima chegava a esconder as facas da cozinha para que Eduardo Silva não as pegasse", ressaltou o delegado. Eduardo Silva foi preso e responderá pelos crimes de ameaça com violência doméstica, de acordo com a Lei Maria da Penha, e por maus tratos de animais, conforme prevê a Lei de Crimes Ambientais. De acordo com o delegado, a faca usada pelo acusado já foi protocolada no fórum local juntamente com medidas protetivas solicitadas pelas vítimas para apreciação judicial. Eduardo Sila permanecerá recolhido à disposição da Justiça.

Fonte: Polícia Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search