[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
CONDOMINIO BELEZAS DO TAPAJÓS!
CONDOMINIO BELEZAS DO TAPAJÓS!

Polícias Civil e Militar deflagram operação para desarticular associação criminosa em Igarapé-Miri

As Polícias Civil e Militar, em um trabalho integrado, desmontaram, nesta quinta-feira, 25, uma associação criminosa responsável por praticar roubos à lojas de roupas, no município de Igarapé-Miri, nordeste do Estado. No total, quatro mulheres e um homem, todos maiores de idade, foram presos. Segundo o delegado Tarsio Martins, titular da Delegacia do município, cerca de R$ 13 mil em produtos e um telefone celular foram roubados pelo grupo. O delegado explica que os roubos foram praticados por um homem e duas mulheres. O homem foi identificado como Fernando Menezes da Fonseca.

Ele foi preso após roubar uma loja no centro do município. De acordo com o delegado, o acusado contou com a ajuda de duas mulheres para praticar o roubo. "Após a prisão de Fernando Menezes, os policiais iniciaram as diligências e conseguiram localizar as duas acusadas que participaram do roubo", relata o delegado. A duas mulheres foram identificadas como Karollayne Jaely Oliveira da Silva e Roseana de Morais Pinheiro. As acusadas também foram presas. Com o trio, os policiais conseguiram recuperar três sacolas com roupas roubadas, além de um telefones celular.
Os três acusados foram presos e encaminhados à Delegacia local, onde ficaram à disposição da Justiça. Os policiais civis irão continuar as investigações com objetivo de recuperar o restante dos produtos roubados. De acordo com o delegado, uma parte das roupas roubadas foram encontradas com Maria de Nazaré Pantoja de Araujo e Pamela de Souza Modesto. As duas acusadas também foram presas e responderão por crime de receptação.

Fonte: ASCOM-PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search