Fiscal do porto municipal de Juruti desaparece no rio após escorregar de balsa.

Fiscal do porto municipal de Juruti desaparece no rio após escorregar de balsa.

Raimundo Farias tentou passar para uma embarcação quando escorregou, bateu a cabeça e desapareceu no rio. Buscas estão sendo feitas no local por populares e órgãos do município.

Um homem identificado como Raimundo José de Sousa Farias, de 59 anos, desapareceu no rio em frente a Juruti, no oeste do Pará, na manhã desta quarta-feira (13). De acordo com testemunhas, o homem era fiscal do porto municipal e andava na balsa onde os barcos atracam quando escorreu, bateu a cabeça e caiu.

Raimundo iria fazer a fiscalização em um barco quando o incidente aconteceu. O servidor municipal ainda chegou a retornar à superfície e minutos depois sumiu. Um dos passageiros da embarcação aportada viu o momento da queda, mas não sabia nadar. Ele avisou os tripulantes que logo iniciaram as buscas.

Populares acionaram os órgãos de segurança, como Polícia Militar e Guarda Civil para que fosse feita a operação de resgate do vigia. Como Juruti é jurisdição do 4º Grupamento de Bombeiros Militar (4ºGBM), o órgão enviou militares ao município.

Segundo comandante do 4º GBM, tenente coronel Luiz Cláudio Rego, eles foram acionados pela Capitania Fluvial após o desaparecimento. Dois mergulhadores foram deslocados para o local do sumiço juntamente com militares da Marinha.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura informou que o governo contratou um mergulhador de Parintins (AM) para fazer mergulhos e verificar se Raimundo está preso no fundo rio. Buscas estão sendo feitas com a ajuda de uma lancha da Secretaria Municipal de Saúde. A secretaria ressaltou ainda que nesse primeiro momento a prioridade é encontrar o corpo do servidor.

G1 Santarém.

Postar um comentário

0 Comentários