Polícias Civil e Militar deflagram operação para prevenir e combater crimes em Rurópolis

A Polícia Civil, em uma operação integrada com a Polícia Militar, realizou, na madrugada deste sábado, 4, a operação "Hipynus", para fiscalizar bares, casas noturnas, hotéis e similares e combater a prostituição infantil e a presença de adolescentes desacompanhados dos pais e em situação de risco, além de prevenir crimes, na região de Rurópolis, sudoeste paraense. 


 De acordo com o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Unidade Integrada Propaz de Rurópolis, os agentes mapearam os bairros da cidade, de acordo com o índice de criminalidade e denúncias da população. A operação foi realizada em zonas urbanas do município, nos travessões e vicinais, situados ao longo das rodovias BR 163 e BR 230, a Transamazônica.


 "Os agentes saíram às ruas, para fiscalizar estabelecimentos e verificar se todos estavam com o alvará de funcionamento regular. Os proprietários dos estabelecimentos que não possuíam alvará foram notificados e tiveram os estabelecimentos fechados", detalha o delegado. Segundo Ariosnaldo Filho, muitos depósitos de venda de bebida alcoólica estavam funcionando como bar. Os comerciantes improvisaram pelas calçadas, barraquinhas e mesas para atender a clientela durante a madrugada.


"Os estabelecimentos foram fechados e seus proprietários orientados sobre tais irregularidades e as implicações legais", ressalta o delegado. A operação teve a supervisão do major da Polícia Militar, Márcio Abud, que ficou satisfeito com o resultado do trabalho desenvolvido.
"A operação policial foi considerada satisfatória e alcançou o seu objetivo, pois com atuação preventiva, até a manhã deste domingo, 5, não houve nenhum registro de fatos relevantes envolvendo crimes contra a pessoa ou ao patrimônio alheio", afirma o policial militar. Durante todo o trabalho, a Polícia Civil contou com atuação efetiva de policiais militares do Grupamento Tático Operacional (GTO) e da 17ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), e policiais civis da UIPP de Rurópolis.
Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações ASCOM-PC

Postar um comentário

0 Comentários