Região

Polícia Civil prende mulher flagrada com quase 1 mil reais em notas falsas

Uma mulher foi presa neste fim de semana na cidade de Uruará, sudoeste do Pará, portando R$ 950,00 em notas falsas. A prisão foi efetuada pela equipe de plantão da Polícia Civil, EPC Leandro, IPC Eládio, IPC, Michel e DPC Gabriel Silveira. A nacional, Andreia dos Santos Lima, 31 anos, foi autuada em flagrante pelo crime de moeda falsa.


A prisão ocorreu num bar da zona sul da cidade quando a equipe policial atendia a uma denúncia de som alto, durante averiguação dos populares que estavam no local a mulher foi flagrada com as notas de 50 reais falsas.

O delegado Gabriel Silveira detalhou sobre a prisão e fala a respeito da investigação em relação aos casos de distribuição de notas falsas no município. O delegado também faz recomendações para a população. “Nós da polícia civil notamos que ultimamente aumentou o número de pessoas vindo registrar ocorrências referente a notas falsas de dinheiro. já estávamos fazendo levantamentos a respeito quando fomos a um bar para apurar uma situação de som alto e na abordagem das pessoas que estavam lá encontramos com uma cidadã praticamente 950 reais em moeda falsa. foi dada a voz de prisão em flagrante pra ela pelo crime de moeda falsa.

A prisão foi comunicada a justiça local e ao final do inquérito será remetida para a justiça federal para processamento e julgamento do crime. a presa já foi ouvida e não deixa claro quem teria passado as notas falsas para ela. Nós alertamos aos cidadãos, principalmente comerciantes, e a população de modo geral, para que fiquem atento as cédulas que recebem e verifiquem os sinais de originalidade. 

Inclusive o banco central disponibiliza informações sobre os vários sinais de como verificar se a cédula é ou não verdadeira, então vale a pena a pessoa gastar uns 5 minutos do dia dela pra dar uma conferida nessas informações para aprender a fazer a verificação. e assim evitar que esse tipo de crime se dissemine e prejudique a economia local” recomendou.

Por: Joabe Reis
Foto: Reprodução/Gazeta Uruará

Postar um comentário

0 Comentários