POLÍCIA CÍVIL DE ALTAMIRA PRENDE CINCO PESSOAS E APREENDE VÁRIAS ARMAS USADAS PARA CONFLITOS AGRÁRIOS EM OPERAÇÃO NA ASSURINI

Durante todo o dia de quarta-feira (15/08/2018), Policiais da Delegacia de Altamira estiveram presentes em diligência na região do Assurini, na Gleba Bacajaí, em face do recebimento de denúncia de esbulho possessório e uso irregular de armas de fogo na região, deflagrando assim a Operação Dejavu.


A equipe, coordenada pelo Delegado Fábio Amaral, juntamente com sua equipe da DECA - (Delegacia especializada em conflitos agrários), investigadores Victor Moreira e Rodrigo Damasceno, e escrivão Juliano da Silva, contou com o apoio do Delegado Superintendente Walisson Damasceno, tal como do Delegado Fernando Marcolino, da Delegacia de Homicídios Altamira, e investigador Dates Brito.

Ocasião na qual locomoveram-se à área de difícil acesso, na gleba Bacajaí. Após algumas horas foi possível chegar ao ponto chave; uma área que vem sendo foco de conflitos constantes envolvendo colonos, moradores, posseiros, e associações de trabalhadores. Segundos relatos a área em questão pertence à duas associações, que ali desenvolvem atividades para subsistência e produção de renda, todavia outros grupos tem se instalado alegando a posse da terra.

Ao chegar ao local a equipe em diligência deparou-se com um acampamento onde haviam diversos indivíduos e bagagens destes, ao passo que realizada a busca no local foi possível localizar a quantidade de 13 armas de fogo, sendo 11 espingardas, uma garruncha, e uma pistola 635, bem como diversas munições relacionadas à esses armamentos. Desse modo os responsáveis identificados foram autuados em flagrante delito, e conduzidos à depol de Altamira para as providências cabíveis.

O trabalho da Polícia Civil segue incansável na região do Xingu, tanto no campo como na cidade, para atender quaisquer que sejam as demandas advindas do não respeito às leis, e que prejudiquem a harmonia e paz social.

(Resumo da Informação Carlos Calaça Com Informações da Polícia Civil de Altamira).

Postar um comentário

0 Comentários