Polícia Civil cumpre mandado de prisão de acusado de estuprar menina de 11 anos em Belém. 

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (DEACA) do polo Propaz Integrado do Centro de Perícias "Renato Chaves" prenderam, nesta quinta (23), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Alan Cavalcante Matos, 38 anos. A prisão foi realizada no bairro da Pratinha II, em Belém. Ele responde a processo criminal acusado de estuprar uma criança de 11 anos, desde quando a vítima tinha 7 de idade. A prisão foi cumprida durante a manhã em decorrência de inquérito policial. A prisão foi deferida pelo juiz Heyder Ferreira, da 1ª Vara de Inquéritos Policiais e Medidas Cautelares do TJ do Pará.


As investigações mostraram que Alan Matos vinha cometendo os abusos desde o ano de 2014. Na época, para despistar a mãe da menina e para não ser delatado pela menor, ele teria obrigado a vítima a confirmar um fato fantasioso. 

No caso, ela contou à mãe que um homem teria pulado o muro da casa em que moravam e a estuprado.
O fato foi comunicado à Polícia Civil na época que passou a apurar o crime. Durante o inquérito, Alan Matos foi ouvido em depoimento e negou ter cometido o crime, reafirmando a mesma história contada pela criança. "A vítima chegou a passar por procedimento cirúrgico e correu risco de morte", detalhou a delegada Silva Mara Tavares, da DEACA/CPC Renato Chaves.

Com amparo da equipe social especializada do Propaz Integrado, que fez a escuta da menina, ela acabou por confirmar que o acusado foi o autor do crime e que ele a havia mandado contar a falsa história à família. Diante das provas, foi requerida à Justiça a custódia preventiva do acusado. Na condição de preso de Justiça, ele novamente negou ter estuprado a menina. 

A prisão foi realizada pelos policiais civis Dias e Marilce, sob comando da delegada Silvia Mara Tavares.

Fonte: ASCOM/PC

Postar um comentário

0 Comentários