FAMÍLIA É ASSASSINADA NA ZONA RURAL DE SENADOR JOSÉ PORFIRIO.

Na manhã de segunda-feira (27/08/2018), A Policia Civil de Anapu através de informações de populares teve conhecimento de uma chacina ocorrida na zona rural de Senador José Porfirio no travessão flamingo norte.


A Equipe de Policiais sobe o Comando do Delegado Adriano e os Investigadores Adaão e Marcelo, juntamente com a equipe do Cpc Renato Chaves, composta pelo perito Manoel Corrêa, Keystone Dias e o Raimundo Nonato, em diligências se deslocaram até o referido travessão em busca de contatar o ocorrido.

O crime ocorreu às margens do rio P
Pacurú, a 47 km do travessão flamingo norte, há 80 km da BR 230, em um local de difícil acesso e os policiais e a equipe do IML ainda precisou se deslocar de rabeta 40 minutos descendo o rio até a residência das vítimas local do crime.

No local foram encontrados os restos mortais de quatro pessoas não podendo distinguir a princípio de quem são os corpos ou diferencia-los em decorrência do avançado estado de putrefação.

No entanto de acordo com parentes que informaram se tratar de José Francisco Costa dos Santos (Pai), Vilma Guimarães dos Santos (Mãe), Leonardo Costa dos Santos de 14 Anos (Filho) e Edinaelson Costa dos Santos de16 anos (Filho). 

O crime de acordo com os restos mortais das vítimas indicam ter acontecido a vários dias. A arma utilizada no crime provavelmente seria uma espingarda calibre 12, tendo em vista o número de cartuchos deflagrados próximo dos corpo das vítimas. No entanto a perícia irá analizar e emitir o laudo definitivo.

Diligências serão realizadas em busca de localizar o autor ou autores deste crime brutal como também a motivação que levaram a esse desfecho. Os parentes das vítimas foram intimados a comparecerem na Delegacia de Policia o mais breve possível a fim de receberem requerimento emitido pela autoridade policial para a realização de exames de DNA que comprovará eeus parentesco com as vítimas e providenciar a retirada dos corpos no IML em Altamira.

(Resumo da Informação e texto Carlos Calaça Com Informações da Polícia Cívil de Anapú).

Postar um comentário

0 Comentários