Top Ad unit 728 × 90

Suspeito de Raiva humana é internado no Hospital de Novo Progresso

Três casos suspeitos de Raiva Humana, pacientes foram internados no Hospital de Novo Progresso, a região é considerada propícia ao aparecimento dessas doenças

Conforme divulgou para imprensa o enfermeiro responsável pelo Departamento de Controle de Endemias de Novo Progresso, três garimpeiros foram internados com suspeita da doença.
O caso já foi repassado para  “Secretaria de Estado de Saúde Pública” (Sespa), segundo informações técnicos da Sespa fazem um  trabalho de investigação e prevenção à raiva humana no estado vem para região.
O caso apareceu em garimpo da região no município de Itatiuba, os doentes foram internados no hospital de Novo Progresso e o caso deixou moradores assustados.
Até o momento não houve alerta e ninguém foi vacinado.
O coordenador informou que os três casos de raiva humana ,são suspeitos porque morcego foi encontrado naquela localidade, os casos tem que ser confirmados laboratorialmente.
Das três e pessoas com suspeita do caso,  permanece internada , ninguém morreu.
Sintomas
O paciente tem quadro semelhante aos demais, como febre, dispneia, cefaleia, dor abdominal e sinais neurológicos – paralisia flácida ascendente, convulsão, disfagia (dificuldade de deglutir), desorientação, hidrofobia e hiperacusia (sensibilidade a sons, principalmente agudos).
A SESPA pede que casos coom suspeita de raiva, bem como de animais sendo espoliados por morcegos hematófagos – em casos de sintomas – e suspeita da doença em qualquer lugar do Pará, ligue para a Coordenação Estadual de Zoonoses: 91 – 4006 4825.
Fonte: http://www.folhadoprogresso.com.br/raiva-humana-e-detectado-em-garimpo-na-regiao-de-novo-progresso/
Suspeito de Raiva humana é internado no Hospital de Novo Progresso Reviewed by Weslen Reis on 15:04:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.