Top Ad unit 728 × 90

Justiça nega pedido de liberdade de Padre Amaro

A Justiça do Pará negou na manhã desta segunda-feira (4) o pedido de liberdade do padre Amaro Lopes da Silva, preso preventivamente em março deste ano, acusado de extorsão, ameaça, esbulho possessório e abuso sexual. O julgamento ocorreu no Palácio Lauro Sodré, no bairro do Marco, em Belém.


A sessão que avaliou o pedido de Habeas Corpus foi realizada pela turma de desembargadores da seção de Direito Penal do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), que votou de forma unânime pela permanência da prisão.
Considerado o sucessor de Dorothy Stang, Padre Amaro foi preso no município de Anapú, no sudoeste paraense, onde era líder comunitário e um dos mais ativos coordenadores da Pastoral da Terra na região, polêmico por defender a regularização fundiária e assentamentos para famílias carentes, lutando contra grandes latifundiários e posseiros.
Segundo a Polícia Civil, além dos relatos dos crimes, foram obtidas, durante as investigações, provas materiais dos crimes praticados, entre as quais comprovantes de depósitos bancários em nome do padre e de outras pessoas ligadas a ele que comprovam os valores depositados como extorsão.
Após o caso, diversos movimentos sociais se manifestaram contra a prisão, afirmando que o ato foi um ato de difamação, baseada em acusações falsas.

(DOL)
Justiça nega pedido de liberdade de Padre Amaro Reviewed by Weslen Reis on 15:28:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.