Top Ad unit 728 × 90

Em Itaituba: PRF volta a atuar na BR-230 Rodovia Transamazônica, mas ainda sem previsão de retorno definitivo.

EM OPERAÇÃO REALIZADA PELA PRF NO TRECHO URBANO DA TRANSAMAZÔNICA, OS POLICIAIS DEPARAM COM UM ACIDENTE. A OPERAÇÃO ESTÁ ACONTECENDO POR SOLICITAÇÃO FEITA PELA CÂMARA MUNICIPAL.


 Quando se fala em acidente, pressupõe-se que não há um culpado, o que não é, na maioria das vezes, o que acontece em Itaituba. Acidentes podem acontecer por acaso. Em muitos casos, não é bem assim. Foi o que aconteceu na tarde desta quinta-feira no trecho urbano da rodovia Transamazônica, com a colisão que envolveu uma moto e uma caçamba. A moto, conduzida por Nélio Lemos Soares, de 40 anos, trafegava pela rodovia em sentido aeroporto-centro, quando o piloto deparou com a caçamba que saía do bairro São Francisco e avançou pela rodovia. A caçamba era conduzida por Pedro Guedes Oliveira, de 58 anos. Policiais rodoviários federais compareceram ao local para tomar providências sobre o caso, oportunamente quando estão realizando operações rotineiras em Itaituba, por determinação do alto comando da PRF. 

 O trecho urbano da rodovia Transamazônica é considerada a via de maior risco de acidentes em Itaituba. O número de ocorrências alcança a expressiva média de oito a dez por semana, com números variáveis de acidentes com vítimas fatais. A situação começou a fugir do controle das autoridades a partir de 2012, com a desativação do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que já funcionava precariamente em instalações improvisadas na margem da rodovia, em frente à 15ª Rua. Os índices de acidentes graves foram aumentando gradativamente, já que não havia mais fiscalização. Em poucas vezes, a presença de viaturas do Detran, Comtri ou Polícia Militar, inibiam as irregularidades, mas de forma bastante sensível. O trecho é de uma rodovia federal e não é competência do Estado nem do município, mesmo que, por diversas vezes, requerimentos e mais requerimentos apresentados na Câmara Municipal, solicitavam que essa responsabilidade fosse repassada para o município ou para o Estado, mas sem resposta. O número de mortes no trecho só aumentou nos últimos anos, por conta das incontáveis irregularidades observadas na rodovia. São menores ao volante, condutores não habilitados, veículos irregulares e com licenciamento vencido; alta velocidade, consumo excessivo de bebida alcoólica. Já na quarta-feira passada, aconteceu o que aparenta ser uma boa notícia para Itaituba. Um grupo de quatro policiais rodoviários federais se posicionou em uma barreira montada no Km 04 da rodovia Transamazônica e passou a abordar carros e motos que passavam, em uma operação que aconteceu de surpresa. Segundo o chefe do grupo, essa ação teria sido por decisão da Superintendência da PRF no Pará, em atendimento a uma solicitação feita pela Câmara Municipal de Itaituba, segundo informou o policial rodoviário Edioberto Sá, da 5ª DPRF, de Santarém.


E o próprio policial afirmou que a situação é crítica, e que a Polícia Rodoviária Federal pretende realizar operações semelhantes sempre que possível para o órgão. Se, pelo menos, tivéssemos a informação de que operações assim aconteceriam sempre que houvesse necessidade, a boa notícia estaria completa, até porque necessidade existe a todo instante.
Fonte: Mauro Torres - http://destaquediario.blogspot.com.br/
Em Itaituba: PRF volta a atuar na BR-230 Rodovia Transamazônica, mas ainda sem previsão de retorno definitivo. Reviewed by Weslen Reis on 09:18:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.