NA ULTIMA QUARTA FOI REVOGADA A LIMINAR QUE RESTRINGIA A ATUAÇÃO DOS ENFERMEIROS NAS UNIDADES DE SAÚDE.

MESMO ASSIM A CATEGORIA IRÁ REALIZAR HOJE UM ATO PÚBLICO EM TODO PAÍS EM PROTESTO CONTRA A DECISÃO DA JUSTIÇA FEDERAL.

A decisão da Justiça Federal do Distrito Federal foi anunciada no fim do mês de setembro e determinou a restrição das atividades exercidas pelos profissionais da enfermagem. A liminar da 20ª Vara proíbe os profissionais  de revalidar receitas médicas e de requisitar consultas e exames.
De acordo como o ministério, essa medida poderia prejudicar o atendimento hoje prestado por esses profissionais no Sistema Único de Saúde o SUS, por outro lado também poderá causar prejuízos no atendimento dos pacientes em unidades de saúde, principalmente aquela comunidades afastadas dos grandes centros.
Mas na ultima quarta feira foi revogada a liminar que restringia a atuação dos enfermeiros. Na semana passada, o Ministério da Saúde informou que iria recorrer da decisão da Justiça Federal que trazia essa determinação.
A determinação veio como resposta a uma ação do Conselho Federal de Medicina (CFM). No pedido apresentado à Justiça Federal, o CFM questionava o artigo que permitia aos enfermeiros a adoção de medidas consideradas exclusivas do médico. Mas com a revogação da liminar os enfermeiros poderão continuar exercendo as atribuições.
Mesmo diante da revogação os enfermeiros estarão realizando nesta sexta feira um ato público pela ruas da cidade contra a decisão da justiça federal e mostrando a importância do enfermeiro nos atendimentos básicos de saúde.

Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações do repórter Marinaldo Silva.

Postar um comentário

0 Comentários