Plantação de maconha: 170 mil pés apreendidos no nordeste do Pará

Policiais militares desativaram, no sábado (15), uma plantação de maconha no município de Primavera, nordeste paraense. O plantio foi localizado no ramal da 14, pela equipe do sargento PM Sotero, através de denúncia anônima.


Adelino Santiago dos Reis, de 47 anos, foi detido. Em seguida os policiais encontraram 170 pés de maconha, além de uma sacola com meio quilo de sementes prontas para o plantio.
Interrogado, Adelino Santiago confessou que a plantação seria de um outro homem, que estaria na cidade de Quatipuru vendendo cheiro verde. “Encontramos José Silvio em uma motocicleta e o predemos”, informou o sargento PM Sotero, sobre o homem apontado por Adelino.
Ouvido em depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Primavera, pelo delegado Manuel do Espirito Santo, José Silvio Costa dos Santos disse que é morador do ramal 14 em Primavera e foi abordado quando voltava para a zona rural, a partir de Quatipuru, sendo informado pelos policiais sobre a erva encontrada em seu terreno.
José Silvio confessou aos policiais que tanto a plantação de maconha, quanto as sementes de droga eram dele, além dos 3 “pacotinhos” que carregava quando foi abordado pelos policiais militares.
Logo após confirmar o crime o homem foi atuado em flagrante com base na Lei do Entorpecente. A partir daí ele não declarou mais nada.
(J.R Avelar/Diário do Pará)

Postar um comentário

0 Comentários