Top Ad unit 728 × 90

Após veto da MP 756, Ibama intensifica fiscalização para combater crimes ambientais.

Agentes ambientais e militares estão atuando na região para combater os crimes ambientais, no inicio do mês agiram em garimpos, madeireiras e agora combatem também o desmatamento ilegal. As equipes contam com três helicópteros e dezenas de veículos adaptados para apoiar a operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O anúncio foi divulgado na última segunda-feira (19) no Jornal da tv Globo.

O resultado, até agora, foi destruição de balsas de garimpo, serrarias, tratores, caminhões e reto escavadeiras destruídas com fogo. Além de destruir equipamentos considerado, pelos fiscais ambientais, de serem usados para cometerem os crimes ambientais. Foram realizados embargos de áreas flagradas sendo desmatadas ilegalmente e emitidos autos de infração, com multas que chegam a R$ 1,9 bilhão, além de terem apreendidos tratores e caminhões na região de Novo Progresso e Moraes Almeida.

Os fiscais ambientais estão concentrados em Novo Progresso em uma base de apoio, a Chefe do Ibama de Santarém Maria Luiza, disse que o objetivo agora é combater o desmatamento ilegal na região da Flona Jamanxim e arredores, culpam que o desmatamento e a degradação são provocados por pressão da agropecuária e da grilagem.

Sem divulgar o prazo de duração da operação em Novo Progresso os ambientalistas argumentam que aquele é o local onde se concentram os maiores casos de grilagem e avanço da pecuária, é também aonde reside o maior desmatador da Amazônia o empresário “Ezequiel Castanha”, motivos para manterem a base operacional em Novo Progresso.

Para as entidades representativas de Novo Progresso, os fiscais do IBAMA agem com abusos a legislação, muitos dados são inventados pelos órgãos ambientais, aumentam os fatos com objetivo de se manterem com recursos internacionais para pressionarem o governo de não assinar as MPs que resolveriam os problemas de conflitos agrários na região.

O Vice-Prefeito Gelson Dill(PMDB) , representante do município nas questões fundiárias, usou da radio comunitária nesta segunda-feira(19), para lamentar o veto pelo presidente Michel Temer(PMDB) da MP 756, que segundo ele resolveria grandes conflitos e impulsionaria a economia do município. Gelson também comentou que avisou ao governo em Brasília para diminuir o rigor da fiscalização a população esta se revoltando com as ações brutas dos fiscais ambientai em destruir tudo sem a mínima defesa, um conflito pode vir a existir, divulgou Gelson Dill.

Fonte: Portal Folha do Progresso

Após veto da MP 756, Ibama intensifica fiscalização para combater crimes ambientais. Reviewed by Weslen Reis on 17:38:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.