Top Ad unit 728 × 90

MEDICA DO CASO DA MORTE DE UMA CRIANÇA NO HOSPITAL MUNICIPAL FALOU DOS PROCEDIMENTOS REALIZADOS DURANTE O PARTO .


O caso aconteceu neste domingo, quando uma mulher gravida deu entrada no hospital municipal para um parto prematuro, uma gestação com o equivalente a 7 meses, porém no momento do parto que seria normal, a medica obstétrica percebeu algo errado, o braço da criança estava para o lado de fora, e isso impossibilitaria o parto, por isso teve que ser realizada uma cesariana, ela afirma que os procedimentos foram realizados dentro das normas medicas.

MEDICA NATHALIA PENA- ESPECIALISTA EM GINECOLOGIA OBSTÉTRICA.

A medica afirma que uma situação desta é bem complexa, e ali era necessário realizar um procedimento que pudesse salvar ao mesmo tempo a mãe e o bebê , pois devido a situação que se encontrava a mãe também poderia ter uma hemorragia e vir a óbito.

ADRIANO COUTINHO - DIRETOR DO HMI

O diretor do hospital municipal de Itaituba afirma conversou com a mãe do bebê e ela entendeu e aceitou a situação como uma fatalidade e não um erro médico.

O diretor do hospital disse que vai instaurar um procedimento judicial contra o meio de comunicação que divulgou esta noticia, mas vale lembra que no texto foi afirmado que uma pessoa próxima da família foi quem repassou as informações, então a o blog Plantão 24horas News, também deixa o espaço aberto caso algum familiar ou os próprios pais queiram se manifestar.

Fonte: http://www.plantao24horasnews.com.br/ com informações do Repórter Matheus Mendes


MEDICA DO CASO DA MORTE DE UMA CRIANÇA NO HOSPITAL MUNICIPAL FALOU DOS PROCEDIMENTOS REALIZADOS DURANTE O PARTO . Reviewed by Weslen Reis on 19:08:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.