O MOVIMENTO DOS ATINGIDOS POR BARRAGENS JUNTAMENTE COM A COMISSÃO PASTORAL DA TERRA ESTÃO REALIZANDO UM SEMINÁRIO COM MULHERES QUE SÃO CONTRA A CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO HIDRELÉTRICO DO TAPAJÓS.

Mulheres em Luta construindo a resistência, esse é o tema do seminário que começou nesta quinta-feira (8),  no centro de treinamento da igreja católica, no laranjal. O encontro é realizado pelo movimento dos atingidos por barragens juntamente com a comissão pastoral da terra.

Mulheres no Seminário 

O movimento dos atingidos por barragens,  busca envolver cada vez mais as mulheres nos debates sobre os grandes empreendimentos já executados na região e os que ainda estão  previstos para a região como a construção do complexo hidrelétrico do tapajós.


O movimento dos atingidos por barragens está presente em todo território nacional, principalmente em regiões onde existem a construção de grandes empreendimentos hidrelétricos.

Publicação: https://www.facebook.com/plantao24horasnews com informações do Repórter Marinaldo Silva.

Postar um comentário

0 Comentários