Portel/PA: Polícias Civil e Militar desarticulam ponto de concentração de criminosos

As Polícias Civil e Militar prenderam em flagrante, Josenilda Brabo Barros, durante operação policial, em Portel, no Marajó, pelo crime de posse irregular de arma de fogo. Na casa dela, os policiais apreenderam um revólver calibre 22 com cinco munições. Denúncias de que a casa dela era usada como ponto de tráfico de drogas e local de encontro de criminosos levaram os policiais até o endereço. Durante a revista na casa, não foram encontradas drogas. A ação policial foi coordenada pelo delegado Paulo Junqueira após recebimento de denúncias sobre a concentração de bandidos no local.

A casa é de propriedade de Clodoaldo Pereira Marques, que não foi encontrado no local, mas que já tem passagem pela Polícia por tráfico de drogas. Ele é companheiro de Josenilda. De acordo com as denúncias, na casa estariam se reunindo criminosos que atuam em Portel e na cidade vizinha de Breves. Após a abordagem no imóvel, os policiais tomaram conhecimento de que Josenilda estava se preparando para comemorar seu aniversário. No momento da abordagem à casa, diversos suspeitos saíram em fuga pelo quintal, dentre eles, um homem identificado como Breno Barcelar que responde diversos processos por tráfico de drogas e roubo em Breves.

No local, os policiais foram informados que o aniversário seria comemorado em uma barraca situada na orla da cidade. Assim, os policiais foram até a orla, onde encontraram Josiel Palheta Rodrigues de Moura, conhecido por Diel, que já foi preso duas vezes por tráfico de drogas em Breves. Ele também é investigado sob suspeita de cometer latrocínio - roubo seguido de morte - em Breves. Foi encontrado ainda no local Dileson Leão Rodrigues, de apelido Meota, suspeito de tráfico de drogas em Breves. Em depoimento na Delegacia, Josiel Palheta confessou que estava há uma semana, na casa de Clodoaldo em Portel, comercializando pasta de cocaína. O delegado vai investigar as práticas criminosas cometidas pelos suspeitos, que foram liberados depois dos depoimentos, ficando presa apenas Josenilda.

Com informações da PC

Postar um comentário

0 Comentários