Top Ad unit 728 × 90

Primo acusa "Senhorita Andreza candidata a vereadora" de calúnia

"Eu sempre a ajudei e, do nada, passei a ser chamado de 'ladrão'. Isso me causou muito constrangimento, complicações e ameaças. É uma situação bastante difícil". A afirmação é de Mauro Ribeiro, que se diz primo de Andreza Ariane de Sousa, a "Senhorita Andreza", candidata ao cargo de vereadora de Belém pelo PCdoB. Ele acusa a candidata de calúnia e registrou o caso na polícia.
Segundo Mauro, os dois se reaproximaram após Andreza ser presa, no começo do ano. "Sou primo legítimo dela, e fui o único parente que a ajudou nesse momento, levando documentos, dando auxílio. Quando ela foi solta, me chamou para atuar como empresário dela nos eventos que iria fazer, já que foi convidada para fazer presença em muitas festas. Ela ficou famosa. Achei que foi como uma forma de gratidão", afirmou.
"Social da Senhorita Andreza" viraliza na internet
Não vai ter social: "senhorita Andreza" é presa
Mauro afirma que a parceria entre os dois continuou até o lançamento da carreira política de Andreza. "Nós não tínhamos um contrato assinado, só um acordo verbal, mas fiquei com ela como empresário e assessor. Fui com ela nas primeiras reuniões quando foi convidada por partidos políticos até se filiar ao PCdoB", afirmou.
Ainda de acordo com Mauro, a acusação de roubo começou após a pré-candidatura de Andreza à Câmara. "Ninguém conseguiu falar com ela para participar de uma reunião, então fui sozinho. Depois disso, ela me mandou uma mensagem dizendo que eu a havia roubado, que a estava passando para trás, desviando dinheiro. Fez uma postagem no Facebook da minha irmã me chamando de ladrão, que 'iria ter o troco'", completou.
Mauro enviou ao DOL um trecho da mensagem enviada a ele por Andreza, onde o chama de "safado ladrão".

"Eu fico triste porque sempre quis ajudar a Andreza", lamenta Mauro. "Perdi o emprego para poder ajudar ela quando precisou, e agora sou alvo desses ataques. Já me ameaçaram em redes sociais, isso está me afetando".

OUTRO LADO
O DOL tentou entrar em contato com a candidata Andreza através do número de celular disponibilizado pelo PCdoB, porém quem atendeu a ligação foi uma mulher que disse ser sua mãe; ela disse que não estava com a filha no momento.
Mais tarde, via Whatsapp, Andreza respondeu à reportagem dizendo que "qualquer coisa desse tipo" deveria ser tratado com seu advogado ou responsável pela campanha.
Michel Sodré, vice-presidente do PCdoB, que acompanha a candidatura de "Senhorita Andreza", falou com a reportagem, por telefone, e ressaltou que as informações registradas no BO por Mauro são "caluniosas" e caracterizou a acusação como "fofoca".
Ele afirmou ainda que o advogado da candidata está "tomando as medidas legais sobre o caso", que o atual foco dela é a campanha eleitoral e que só dará depoimentos sobre o caso após audiência na Justiça.
O DOL entrou em contato com a Polícia Civil para saber se há alguma investigação em relação ao caso e aguarda resposta.

(DOL)

Primo acusa "Senhorita Andreza candidata a vereadora" de calúnia Reviewed by Weslen Reis on 14:18:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.