Top Ad unit 728 × 90

Polícias Civil e Militar deflagram operação para desarticular facção responsável por mortes ligadas ao tráfico de drogas em Ananindeua

As Polícias Civil e Militar deflagraram, nesta quarta-feira, 24, uma operação integrada para desarticular uma facção criminosa responsável pela autoria de mortes ligadas ao tráfico de drogas, na região metropolitana de Belém. Ao todo, 19 pessoas foram presas e outros três suspeitos morreram após trocar tiros durante a intervenção policial. Armas e drogas foram apreendidas em poder dos presos, durante a operação denominada "Clean Water", sob coordenação do Sistema Integrado de Segurança Pública do Estado. O grupo criminoso envolvia presidiários que ordenavam de dentro de presídios as mortes de devedores do tráfico e desafetos. Ao todo, sete homicídios registrados na área do bairro de Águas Lindas, em Ananindeua, foram esclarecidos com as prisões.

Entre eles está a morte do soldado do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, Anderson Carlos Zeferino Leal, 32 anos, e o assassinato de Mayara da Silva Martins, 19 anos, que foi torturada e teve a morte filmada e divulgada nas redes sociais, em julho deste ano. Ao todo, foram expedidos mais de 40 mandados judiciais pela Comarca de Ananindeua, dentre mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar. Cerca de 200 policiais civis e militares estiveram em atuação, desde as 4 horas da madrugada, quando foi iniciada a concentração das equipes policiais na Delegacia-Geral em Belém. Todos os presos e apreensões foram levados para o Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP), na rodovia BR-316, em Marituba, onde foram lavrados os procedimentos policiais.

Estiveram em atuação policiais civis e militares ligados à Diretoria de Polícia Metropolitana (DPM) e Superintendência da Região Metropolitana da Polícia Civil, do Comando de Policiamento da Região Metropolitana (CPRM) da Polícia Militar, com apoio do Núcleo de Inteligência Policial (NIP), coordenados pelo delegado Claudio Galeno, titular da DPM, e coronel Simão Salim, comandante do CPRM da PM. As informações sobre a operação foram apresentadas em entrevista coletiva, no IESP, presidida pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Jeannot Jansen, e demais representantes das Polícias Civil e Militar envolvidos na ação policial, além do promotor de Justiça Estadual, Arnaldo Azevedo, do Ministério Público de Ananindeua.

Do total de 19 presos, 14 foram presos por mandado de prisão preventiva, dos quais oito são presidiários custodiados no Presídio Estadual Metropolitano em Marituba e no Complexo Penitenciário de Americano, em Santa Isabel do Pará. Outros cinco homens foram presos em flagrante com drogas e armas, durante a abordagem policial, no bairro de Águas Lindas, em Ananindeua. Durante a operação, Johnathan Monteiro Cordeiro, de apelido "Granado", que estava com mandado de prisão, resistiu à voz de prisão e trocou tiros com os policiais. Ele foi alvejado e socorrido, mas não resistiu. Outros dois homens, que estavam em um grupo de seis pessoas, dentro de uma casa, em Águas Lindas, também reagiram à abordagem policial e foram baleados, mas acabaram morrendo. No local onde eles estavam foram apreendidas duas armas de fogo - uma escopeta e um revólver.

Em outra abordagem policial, um homem foi preso em flagrante com drogas, do tipo tablete de maconha e pedras de óxi, em Águas Lindas. Na casa foi apreendida, inclusive, uma máscara do assassino do filme de terror "Sexta-Feira 13", usada nos crimes. De acordo com o delegado Marco Antonio Duarte, titular da Superintendência da Polícia Civil na Região Metropolitana de Belém, as investigações que resultaram na operação iniciaram há seis meses e tiveram como ponto de partida o assassinato do bombeiro militar Anderson Carlos Zeferino Leal, 32 anos, crime ocorrido em janeiro deste ano, em Águas Lindas. O delegado explica que, para apurar os casos, foi preciso reunir as informações registradas nos boletins de ocorrência e inquéritos de cada crime, para trabalhar na identificação dos autores dos crimes.

Logo, no decorrer das investigações, destacou o delegado, foi identificada uma facção criminosa, composta por presidiários, "soldados" do tráfico, pistoleiros, cobradores, vendedores e transportadores de drogas, espiões de traficantes, entre outras pessoas, responsável pelos crimes. As investigações foram iniciadas pela equipe da Delegacia de Homicídios de Ananindeua, sob comando do delegado Paulo Davi Raiol. Com apoio do Ministério Público e Tibunal de Justiça, as investigações mostraram que a morte do bombeiro e as demais mortes registradas em seguida foram resultado de ordens vindas de dentro de presídios, na região metropolitana de Belém. No decorrer da investigação, ressalta o policial civil, a equipe de policiais civis apurou que o grupo criminoso passou a praticar outras atividades criminosas no bairro, como cobrança de pedágio e até segurança particular, como forma encobrir os delitos praticados na área.

Segundo o delegado Duarte, o trabalho investigativo mostrou que um dos principais líderes do grupo criminoso era o presidiário José Adriano Gomes Santos, de apelido "Adriano Gordo", que mandava matar pessoas que atrapalhavam o tráfico de drogas em Águas Lindas, devedores do tráfico, pessoas que tentavam se relacionar com esposas de criminosos presos, entre outros casos. Um dos crime ordenados por Adriano Gordo foi a morte de Mayara da Silva Martins, cuja morte foi filmada pelos executores e as imagens vazaram nas redes sociais. Segundo o delegado, a morte dela foi filmada e enviada ao presidiário como forma de comprovação do crime. Outro envolvido na facção criminoso é Alberto Bararuá de Alcantara, de apelido "Beto Bararuá", conhecido por envolvimento no tráfico de drogas e assaltos a bancos, e que também teve ordem de prisão decretada na operação.

Polícias Civil e Militar deflagram operação para desarticular facção responsável por mortes ligadas ao tráfico de drogas em Ananindeua Reviewed by Weslen Reis on 13:07:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados Plantão 24horas News © 2017
Powered by Blogger, Customizado por: Ideal Comunicação

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.